Bardzo tanie apteki z dostawą w całej Polsce kupic viagra i ogromny wybór pigułek.

Fispq glifosato.cdr

FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS FISPQ
Nome do produto: GLIFOSATO NORTOX - FISPQ n°: 03/2002 - Data da última revisão: 02/07/2008 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA
ADVERTÊNCIA: A pessoa que presta atendimento ao intoxicado, especialmente durante a adoção das medidas de descontaminação, deverá NOME PRODUTO:
estar protegida por equipamentos de segurança, de forma a não se NOME DA EMPRESA:
ENDEREÇO:
Descontaminação: Remover as roupas e acessórios, e proceder
descontaminação cuidadosa da pele (incluindo pregas, cavidades, orifícios)
e cabelos, com água fria abundante e sabão. Remover a vítima para local Se houver exposição ocular, irrigar abundantemente com o soro fisiológico
ou água, por no mínimo 15 minutos, evitando contato com a pele e mucosas.
Em caso de ingestão é necessário considerar o volume e a concentração da
solução ingerida, assim como o tempo transcorrido até o atendimento. Ingestão recente (menos de 4 horas): proceder à lavagem gástrica e administrar carvão ativado na proporção de 50–100g em adultos, de 25-50g em crianças de 1 –12 anos e de 1g/kg em menores de 1 ano. O carvão ativado deve ser diluído em água, na proporção de 30g para 240ml de água. Atentar 2. COMPOSIÇÃ0 E INFORMAÇÕES SOBRE OS INGREDIENTES
para nível de consciência e proteger vias aéreas do risco de aspiração.
Emergência, suporte e tratamento sintomático: Manter vias aéreas
Nome Químico: Sal isopropilamina de N-(fosfonometil) glicina
desobstruídas, aspirar secreções e oxigenar (O2 a 100%). Observar Sinonímia: Glifosato
atentamente ocorrência de insuficiência respiratória. Caso ocorra edema Natureza química: Herbicida do Grupo Químico - Glicina Substituída.
pulmonar manter ventilação e oxigenação adequada com controle Tipo de formulação: Concentrado solúvel
gasométrico. Caso os níveis de PO2 não possam ser mantidos, introduzir Registro no Chemical Abstract Service - CAS : 38641-94-0
Peso molecular: 228,2
Monitorar flutuações tensionais e arritmias cardíacas (ECG) que deverão Fórmula Bruta: C H N O P
receber tratamento específico. Manter acesso venoso de bom calibre para Ingredientes que contribuem para o perigo:
infusão de fluidos nos casos em que ocorrer hipotensão. Se necessário, associar vasopressores.
Insuficiência renal, tratar com furosemida. Acidose metabólica deve ser tratada com solução de bicabornato de sódio, e, nos casos refratários, com Lesões da mucosa oral podem ser tratadas com gel anestésico (tópico). Nas Classificação e rotulagem de perigo do ingrediente ativo ulcerações gastroduodenais usar bloqueadores H2 (cimetidina, ranitidiina, famotidina) ou bloqueadores de bomba de próton (omeprazol, lansoprazol, pantoprazol).
Acompanhar enzimas hepáticas, amilasemia, gasometria, eletrólitos, elementos anormais e sedimentoscopia de urina. Avaliar conveniência de realizar radiografia de tórax e endoscopia digestiva alta. Manter observação por no mínimo 24 horas após o desaparecimento dos sintomas.
3. IDENTIFICAÇÃO DO PERIGO
TELEFONES DE EMERGÊNCIA PARA INFORMAÇÕES MÉDICAS:
Ingestão: Pode causar danos hepáticos e renais, quando ingerido em Centro de Informações Toxicológicas: CIT/RS 0800780200 Centro de Controle de Envenenamento - 0800410148-PR Inalação: pode causar irritação respiratória.
Centro de Controle de Intoxicação – Londrina PR – (43)371.2244 Contato com a pele: pode causar irritação cutânea leve.
Da empresa (43) 3274-8585 e (11) 3284-0344.
Contatos com os olhos: Pode causar irritação ocular.
5. MEDIDAS DE COMBATE A INCÊNDIO
RISCOS À SAÚDE
Resfriar as embalagens expostas ao fogo com água em forma de neblina. Efeitos Agudos: Dermatite de contato; -Sindrome tóxica após a ingestão Use extintores de água em forma de neblina, CO ou pó químico, ficando a de doses altas: epigastralgia, ulceração ou lesão de mucosa gástrica, favor do vento para evitar intoxicação.
hipertermia, anúria, oligúria, hipotensão, conjuntivite, edema pulmonar Subprodutos da Combustão: Pode resultar em fumaça e vapores tóxicos.
não cardiogênico, pneumonite, necrose tubular aguda, elevação de enzimas hepáticas, leucócitos, acidose metabólica e hipercalemia.
Efeitos Crônicos: Em estudo de médio prazo com ratos, não foi observada 6. MEDIDAS DE CONTROLE PARA DERRAMAMENTO OU
mortalidade entre os animais que receberam o Glifosato em grau técnico VAZAMENTO
por via oral durante 90 dias nas doses de 30, 100 e 300 mg/kg/dia. As doses testadas não provocaram alterações significativas no estado geral Em caso de derrame, estanque o escoamento, não permitindo que o de saúde, sobrevivência, ganho de peso, consumo de ração, hematologia produto entre em bueiros, drenos ou corpos d'água. Siga as instruções e bioquímica clínica. A maior dose testada, 300mg/kg/dia, foi considerada como a dose de não efeito observado (NOEL). Já em estudo de longo Piso pavimentado: Coloque material absorvente (por exemplo:
prazo com ratos, o NOEL para efeitos sistêmicos foi de 8000 ppm.
serragem ou terra) sobre o conteúdo derramado e recolha o material com Este produto é classificado toxicologicamente pelo Ministério da Saúde o auxilio de uma pá e coloque em recipiente lacrado e identificado devidamente. Remova conforme orientações de destinação adequada de Este produto é classificado como PERIGOSO - CLASSE III para o meio resíduos e embalagens. Lave o local com grande quantidade de água; Solo: Retire as camadas de terra contaminada até atingir o solo não
contaminado e adote os mesmos procedimentos acima descritos para 4. MEDIDAS DE PRIMEIROS SOCORROS
Corpos d'água: Interrompa imediatamente a captação para o consumo
O Glifosato tem ação irritante e potencial corrosivo para pele e mucosas. Os humano e animal e contate o centro de emergência da empresa, visto que efeitos são mais graves em crianças. Procure logo o médico levando a as medidas a serem adotadas dependem das proporções do acidente, embalagem, rótulo, bula e receituário agronômico do produto.
das características do recurso hídrico em questão e da quantidade do Ingestão: Não provoque vômito.
Olhos: Lave com água em abundância e procure o médico.
Pele: Lave com água e sabão em abundância e procure o médico.
7. MANUSEIO E ARMAZENAMENTO
Inalação: Transporte o intoxicado para local arejado e procure o médico.
Se o acidentado parar de respirar, faça imediatamente respiração artificial e
Manuseio:
providencie assistência médica de urgência.
Não coma, não beba e não fume durante o manuseio do produto.
Evitar a inalação e contato do produto com a pele e os olhos. Lavar-se O tratamento das intoxicações por Glifosato é basicamente sintomático e deve ser implementado paralelamente às medidas de descontaminação, que Não manuseie o produto com as mãos desprotegidas. Use luvas visam limitar a absorção e os efeitos locais. Não existe antídoto e, por não se tratar de produto organofosforado ou carbamato, não deve ser empregado EPI: Utilize macacão impermeável, luvas e botas de borracha, óculos
protetores e mascara respiratória contra eventuais vapores do tipo "3M", FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS FISPQ
Nome do produto: GLIFOSATO NORTOX - FISPQ n°: 03/2002 - Data da última revisão: 02/07/2008 modelo 6200 ou similar, provida de filtro mecânico, modelo 6003 ou similar.
em água e uma baixa solubilidade em gorduras. Estudos com animais de Transporte o produto isolado de medicamento, rações, animais e pessoas.
laboratórios dão conta que o Glifosato não atua em órgão ou sistema Armazenamento:
Mantenha o produto em sua embalagem original, sempre fechada.
O Glifosato demonstrou ser pouco absorvido pelo trato gastrointestinal em O local deve ser exclusivo para produtos tóxicos, devendo ser isolado de estudos com animais de laboratório.
alimentos, bebidas ou outros materiais.
Estudo de metabolismo com ratos verificou-se que, as fezes foi maior rota de A construção deve ser de alvenaria ou de material não comburente.
eliminação dos grupos em que a administração do Glifosato radiomarcado se O local deve ser ventilado, coberto e ter piso impermeável.
deu por via oral. A urina foi, como esperada, a maior rota de eliminação Coloque placa de advertência com os dizeres: CUIDADO VENENO.
quando o produto foi administrado via intravenosa.
Tranque o local, evitando o acesso de pessoas não autorizadas, Os resultados mostram que 30 a 60% do produto administrado oralmente é absorvido e eliminado sem alteração nas fezes e urina no percentual mínimo Deve haver sempre embalagens adequadas disponíveis, para envolver embalagens rompidas ou para o recolhimento de produtos vazados.
Em caso de armazéns, deverão ser seguidas as instruções constantes da 12. INFORMAÇÕES ECOLÓGICAS
Observe as disposições constantes da legislação estadual e municipal.
Efeitos ambientais, comportamentos e impactos do produto:
Materiais de embalagem: o produto não é corrosivo para o ferro, plástico, Mobilidade: O resultado apresentou nos solos Gley Humico e Latossolo
Vermelho Escuro Rf = 0,00 (zero) e em solo areno-argiloso Rf = 0,10.
8. CONTROLE DE EXPOSIÇÃO E PROTEÇÃO INDIVIDUAL
Persistência/degrabilidade: A taxa de mineralização no solo Gley
Humico foi 32,9% para a dose de 4,54 µg/g de solo e 31,5% para 45,4 EPI: Utilize macacão impermeável, luvas e botas de borracha, óculos
µg/g de solo. O Latossolo Vermelho Escuro apresentou taxa de protetores e mascara respiratória contra eventuais vapores do tipo "3M", mineralização de 15,7% para a concentração de 4,54 µg/g de solo e 19,8 modelo 6200 ou similar, provida de filtro mecânico, modelo 6003 ou similar.
EPC: Ventilação/ Exaustão geral adequadas.
Bioacumulação: o produto não é bioacumulativo nos organismos
Equipamentos Emergenciais: Chuveiros de emergência. Lava-olhos.
9. PROPRIEDADE FÍSICO-QUÍMICAS
Comportamento esperado: o produto se degrada por via microbiana
Impacto ambiental: Classificação quanto ao Potencial de
Estado físico: líquido
Periculosidade Ambiental - Produto Perigoso ao Meio Ambiente - Forma: límpida
Cor: amarelo claro
Ecotoxicidade: peixes: CL(I) ;96h = 798,6 mg;L (841,1 a 756,9) mg/L
Odor: característico.
para Poecilia reticulada; CE(I) ;48h = 36,32 a 42,54 mg/L; DL50 48 h para Abelhas (Aphis mellifera ): 80,80 µg/abelha; DL 50 para Aves = maior que Temperaturas especificas ou faixas de temperaturas nas quais
ocorrem mudanças de estado físico:
Ponto de ebulição: ND
13. CONSIDERAÇÕES SOBRE TRATAMENTO E DISPOSIÇÃO
Faixa de temperatura de ebulição: ND
Faixa de destilação: ND
Desativação: através de incineração que consiste de oxidação térmica à Ponto de fusão: não aplicado por se tratar de produto no estado liquido
altas temperaturas, condições controladas , de modo a assegurar que Temperatura de decomposicão: ND
moléculas, complexas sejam destruídas ou decompostas em moléculas Ponto de fulgor: 80 °C
mais simples. É realizado em plantas adotadas de forno primário rotativo e Temperatura de auto-ignição: ND
câmara de pós-combustão, sistema de tratamento dos gases, estação de Limites de explosividade superior/inferior: ND
tratamento de efluentes e monitoramento de emissões, aprovadas por Pressão de vapor: desprezível
Densidade do vapor: NA
Embalagens: Não utilizar embalagens vazias. Seguir diretrizes do Densidade: 1,171 g/cm a 20 ºC.
"Programa de Destinação de Embalagens Vazias de Agrotóxicos", Solubilidade em água: Forma uma solucão em água. Em em outros
recomendações técnicas do IBAMA, normas ABNT.
solventes: Diclorometano 0,184 g/L e metanol 15,88 g/L (20 ºC) Coeficiente de partição octanol/água: do produto técnico log Kp=0,5
14. INFORMAÇÕES SOBRE TRANSPORTE TERRESTRES, FLUVIAIS,
Taxa de evaporação: ND
MARÍTIMO E AÉREO
Outras informações: ND
10. ESTABILIDADE E REATIVIDADE
Nome apropriado para o embarque: Pesticida Líquido, Tóxico, NE.
Estabilidade:
Risco de Polimerização:
Condições a evitar: Estável a baixa e alta temperatura. Nã
o foi corrosiva para os materiais testados, tais como: liga - cobre/estanho; Precauções Especiais: NOCIVO. Evitar a contaminação de Cursos d'água. Decomposição: Pode resultar em fumaça e vapores tóxicos
15. REGULAMENTACÕES
11. INFORMAÇÕES TOXICOLOGICAS:
Lei 7802/89 (Lei dos agrotóxicos) e normas complementares; Registrado no Informações de acordo com as diferentes vias de exposição:
Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento – MAPA sob o DL50 oral aguda: maior que 6000 mg/Kg para ratos.
DL50 dermal: maior que 12000 mg/Kg para ratos.
CL50 (inalação): Não aplicado por se tratar de um produto não fumigante,
16. OUTRAS INFORMAÇÕES
v o l a t e i s e p ó s c o m p a r t í c u l a s d e d i âmetro igual ou menor que 15 micrometro.
Referências bibliográficas: Dados de registro no Ministério da
Irritação dérmica: irritante suave.
Agricultura, IBAMA e Ministério da Saúde; The Pesticide Manual Irritação ocular: irritante, no entanto após 48 horas apresentou ausência
LIMITAÇÕES E GARANTIAS: As informações contidas nesta Ficha
Sensibilização dérmica: O produto não foi sensibilizante e as reações do
c o r r e s p o n d e m a o e s t a d o a t u a l d o c o n h e c i m e n t o t é grupo teste foram iguais as do grupo controle de (Cavia porcellus).
cnico cientifico nacional e internacional deste produto. As informações são Outros estudos: Em estudos com animais de laboratório, o produto não
fornecidas de boa fé, apenas como orientação, cabendo ao usuário a sua apresentou efeito mutagênico, teratogênico, embriofetóxido e utilização de acordo com as Leis e Regulamentos Federais, Estaduais e Mecanismo de toxicidade: Primariamente inflamatório, causando
irritação de pele, mucosas e olhos.
GLOSSÁRIO
Mecanismo de ação, absorção e excreção para animais de laboratórios: o ingrediente ativo que compõem este agrotóxico, apresenta alta solubilidade ND - Não disponível NA - Não aplicável NE - Não estabelecido

Source: http://www.nortox.com.br/imagens/produtos/glifosato_fispq.pdf

Strategic innovation and art

Doris Rothauer Strategic Innovation and Art In: Michael Moeller, Cornelia Stolla, Alexander Doujak (Hg), Strategic Innovation. Building New Growth Businesses, Wien 2008 Strategic innovation and art How can a work of art be used for strategic innovation in business? What core competences in art can be used to promote strategic change? How can art provide new business perspecti

If the bag says topsoil, it is topsoil

From Beyond Pesticides ( Beyond Pesticides , January 28, 2009) The U.S. Environmental Protection Agency’s (EPA) national sewage sludge survey identifies high concentrations of toxic contaminants with heavy metals, steroids and pharmaceuticals, including the antibacterials, triclocarban and triclosan. Despite the prevalence of these toxic chemicals in the environment and their potential a

Copyright © 2010-2014 Medical Articles